Virtus in medium est

Marcus Vinicius de Azevedo Braga*

Ainda que o livro bíblico do Apocalipse assevere: “Assim, porque és morno, nem frio nem quente, estou para te vomitar de minha boca”, fico com a sabedoria de Aristóteles, que afirma que a virtude está no meio, consoante com outro grande sábio da humanidade, Sidarta Gautama, que pregava na mesma linha.

O fato é que os extremos, em tempos extremos, e de radicalismo a saltar aos olhos, são facas afiadas, e faz-se necessário ouvir o convite da temperança, do comedimento, a busca de um equilíbrio, que seja razoável, e de forma alguma omisso. Inclusive nas questões mais filosóficas!

O espiritismo, atualmente, também tem suas tensões, orbitando entre extremos.  E são essas tensões que exploraremos nesse breve artigo, visando trazer alguma reflexão sobre a nossa necessidade de equilíbrio, inclusive no trato das questões mais espiritualizadas.

Ordem e participação: Falamos muito de disciplina, de obedecer, de seguir na casa espírita uma ordem e quem assim não procede, é criticado. Por vezes são ordens oriundas supostamente dos próprios espíritos mentores da casa, e que não podem ser desrespeitadas. Mesclamos disciplina com auto disciplina e buscamos padronizações, formatações, desprezando a essência.

Mas a participação, a opinião dos frequentadores, trabalhadores, assistidos ou sei lá que título transitório a pessoa ostente, é fundamental, como feedback, como mecanismo de pertencimento e como filtro para sopesar verdades únicas e inabaláveis. Afinal, o método de Kardec da universalização das comunicações tinha uma matriz bem democrática.

Material e espiritual: Ouvimos pessoas se dizendo espiritualizadas, e a partir dali desprezam as questões materiais, dos problemas sociais, da auguras do ser humano, se colocando acima do mundo material, tido como inferior, pensando apenas na sua vida após a morte, invocando o velho idealismo filosófico.

Esquecem-se de que estamos aqui encarnados com um propósito e que o instrumento de progresso da divindade é também o próprio ser humano encarnado. Não adianta ser um bom espírita e não buscar ser melhor como cidadão, como profissional, como pai e toda essa sorte de coisas “mundanas”, que nos serão cobradas pela nossa consciência quando do nosso desencarne. A vida terrena é oportunidade.

Determinismo e livre arbítrio: A liberdade não é uma grandeza absoluta, em especial no nosso nível, como espíritos encarnados, mas oscilamos, na variância da expressão “o meio influencia, mas não determina”, entre maxi compromissos reencarnatórios planejados e responsabilizações por questões da vida encarnada, quase em um revival do conceito de Karma.

Somos livres, mas somos limitados. Somos livres, mas somos jovens espiritualmente. Temos opções, mas estas se constroem com o que se apresenta. Temos compromissos, mas eles nos escravizam em certa medida, permitindo-nos construir soluções alternativas. Profecias, oráculos e similares só veem do alto da montanha, mas os caminhos são vários, como já ensinava Kardec.

Razão e intuição: Uma parte de nosso ser calcula, pesa, pondera para decidir. Isso é bom, mas lento. Outra parte age de forma impulsiva, mediante informações incompletas. São lados de nossos cérebros, são aspectos de nossa personalidade.

Os espíritos trazem as asas da razão e da emoção como grandezas que se equilibram. Polos masculinos e femininos no saudoso Dr. Jorge Andréa. Anima e Animus, somos um ser binário, não só no espírito e matéria, mas nessas potencialidades que precisam ser combinadas na medida certa.

Individual e coletivo: Ouvimos nas falas espíritas, na alegoria do quebra cabeça que o menino monta e no verso tem a imagem de um homem, que precisamos nos melhorar e assim melhoramos o mundo. Uma visão extrema, que se interpretada de certa forma, nos joga no frio casulo de nossa individualidade ermitã.

A evolução é uma questão individual, mas só tem sentido no coletivo. Por isso, encarnamos em uma família, em uma sociedade, em um planeta e crescemos nessa interação com o nosso próximo, um elemento lembrado como de extrema relevância por Jesus.

Como se vê, as posturas extremas são ruins e no cotidiano é que vamos construindo esse equilíbrio, entendendo, com muita humildade, que estamos ainda no alvorecer de um novo dia e que temos muito, muito ainda a aprender, e que adotar extremismos pode ser se encapsular, de forma tão omissa quanto quem não se posiciona.

*Marcus Braga é articulista espírita de alguns sites espíritas, dentre eles A Revista Semanal Espírita “O Consolador” e no blog da Associação Brasileira de Pedagogia Espírita (ABRAPE)

Outros artigos do autor:

Anúncios

Carlinhos Conceição no Centro de Estudos Espíritas Allan Kardec

Dia 17/05 às 19h30, No Centro de Estudos Espíritas Allan Kardec – Rua Duarte Teixeira, 195, Quintino/RJ, teremos com muita alegria nosso queridíssimo Carlinhos Conceição e sua música para a alma.

Venda de convites no local. Haverá venda de CDs. Venha compartilhar conosco esse encontro maravilhoso.

Mais informações em nossa página no facebook: ceeak Allan Kardec, ou nos telefones: 9644-97661/9646-90385 (Célia)

“Lixo Extraordinário” no Centro Espírita Arautos de uma Nova Era

O Centro Espírita Arautos de uma Nova Era (Estrada do Portela, 347, Madureira) realizará mais um “Filme no Arautos”. Será no dia 22 de abril de 2017, às 19 horas e o filme da vez é o premiado “Lixo Extraordinário“.

Após a exibição do filme será realizado um debate sobre A missão do Homem inteligente na Terra.

O evento é GRATUITO

Baixe o cartaz para divulgação

Inclusão e Acessibilidade no contexto do atendimento espiritual

Será realizado na sede do Conselho Estadual Espírita do Rio de Janeiro, CEERJ, o 1º Fórum de Inclusão e Acessibilidades com o tema Inclusão e Acessibilidade no contexto do atendimento espiritual. Será no dia 15 de abril de 2017,  das 13h30 às 18h . O CEERJ fica na Rua dos Inválidos, 182, Centro, Rio de Janeiro. Para mais informações, ligue: 2224-1244/2224-1553, ou mande um email para assessoria.aree@ceerj.org.br

Baixe o cartaz para divulgação

Atividades no CEERJ

Dia 09 de abril: Seminário com Haroldo Dutra Dias

16h – Apresentação Musical de Allan Filho e Camerata Espírita
17h Palestra de Haroldo Dutra Dias

Ingressos à venda a R$ 50,00 pelo portal do CEERJ (com direito a um brinde)

VAGAS LIMITADAS

*Os 220 primeiros inscritos assistirão no salão principal, os demais por transmissão simultânea.
**O Valor do Ingresso será revertido para cobrir as despesas do evento e para a sustentabilidade das atividades do movimento espírita do estado.

Dia 14 de abril de 2017: Pintura mediúnica com Florencio Anton
Horário: 18 horas

Ao final as telas serão vendidas e a renda será revertida para as despesas do evento e para sustentabilidade das atividades do movimento espírita do estado.

Baixe o cartaz para divulgação

Aniversário do Centro de Estudos Espíritas Allan Kardec

Dia 08 de abril de 2017, a partir das 16h, venha participar de nosso lanche fraterno, em uma tarde de muita alegria, já que também nesta data completaremos 27 anos de trabalhos da casa, sob a orientação do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo.

A partir das 16h iniciaremos a palestra. As 17h teremos a apresentação do Coral São João Batista.

Centro de Estudos Espíritas Allan Kardec
Rua Duarte Teixeira, 195, Quintino-RJ
Contato: 2599-7611 / 7612 ou 7757-7954 (Célia Campos)

Baixe o cartaz para divulgação

IV Jovem Protagonista

Local: Rua Anspeçada Melo, 38, Olaria (17º CEU-CEERJ)

Dia: 02/04/2017

Horário: 15 horas

Tema 1: “O Papel do Jovem no Centro Espírita – Desafio da formação doutrinária de acordo com a sua linguagem, realidade e contexto social.”

Expositor: Eric Souza Machado (Grupo Espírita Francisco de Assis – 17º CEU-CEERJ)

Tema 2: “Espírito, períspirito e corpo”

Expositor: Eric Tavares (Centro Espíritas Arautos de uma Nova Era – 14º CEU-CEERJ)

Tema 3: “Fora da caridade não há salvação”

Expositor: Arthur de Oliveira (Grupo Espírita Francisco de Assis – 17º CEU-CEERJ)

31 de Março de 1869 – Desencarne de Allan Kardec

Senhores,

Aquiescendo com deferência ao convite simpático dos amigos do pensador laborioso, cujo corpo terrestre jaz agora aos nossos pés, lembro-me de um dia sombrio do mês de dezembro de 1865. Eu pronunciava, então, supremas palavras de adeus sobre a tumba do fundador da Librairie Académique, do honorável Didier, que foi, como editor, o colaborador convicto de Allan Kardec na publicação das obras fundamentais de uma doutrina que lhe era cara, e que morreu subitamente também, como se o céu quisesse poupar, a esses dois Espíritos íntegros, o embaraço filosófico de sair desta vida por um caminho diferente do caminho comumente recebido. – A mesma reflexão se aplica à morte de nosso antigo colega Jobard, de Bruxelas. Continuar lendo

Seminário “Rei Leão e a Jornada da Alma” no G.E. Esperança em Cristo

Enfim chegou nosso primeiro Seminário. Venha você também participar de momentos de profunda reflexão.

Tema: O Rei Leão e a Jornada da Alma

Data: 09/04/2017

LOCAL: GEEC – Grupo Espírita Esperança em Cristo.

RECEPÇÃO: 8h
INÍCIO: 8h45min.
TÉRMINO: 12h30min.

INSCRIÇÕES DIRETAMENTE NA CASA OU PELO NOSSO SITE:

www.geecrj.com

Sugerimos, como subsídio de estudo, se possível, que se assista o filme “O Rei Leão I”

🐛❤G. E. Esperança em Cristo.❤🦋

FILME NO ARAUTOS

No Centro Espírita Arautos de uma Nova Era, acontecerá no dia 18 de março, às 19 horas,  a exibição do filme “Área Q”.

SINOPSE E DETALHES

(http://www.adorocinema.com)

Quixadá, 1979. O fazendeiro João Batista (Murilo Rosa) é surpreendido ao ser abduzido por seres extra-terrestres. Ele retorna com poderes, o que faz com que se torne um mito local. Duas décadas depois, o jornalista investigativo Thomas Matthews (Isaiah Washington) chega à cidade. Enviado por um jornal americano para desvendar os relatos de OVNIs na região, Thomas ainda sofre pelo misterioso desaparecimento de seu filho, ocorrido há pouco tempo. Ao entrevistar algumas pessoas abduzidas, Thomas percebe que há fundamento no relato delas e que, de alguma forma, os eventos da região estão ligados ao sumiço de seu filho.
Distribuidor: California Filmes

 

O Centro Espírita Arautos de uma Nova Era fica na Estrada do Portela, 347, Madureira, próximo ao Madureira Shopping. Não Percam!